2
Contactos
Rua André Gouveia 3000-029 Coimbra
239 488 096 / 961 656 510

Oferta Formativa

Consulte informações sobre a oferta formativa

Documentos

Consulta e download de documentos e formulários.

Legislação

Consulte a legislação em vigor

Plano de Formação 2023/2024 (em atualização) AQUI!

DIVULGAÇÃO

389

Partilho logo Inspiro - As práticas inspiradoras da ES José Falcão

ACD

 

4.0 horas

 

Presencial

 

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

ES José Falcão

No âmbito da capacitação digital dos docentes é determinante para o desenvolvimento de modelos inovadores associados aos processos de ensino e de aprendizagem. A Resolução do Conselho de Ministros n.º 30/2020 que aprova o Plano de Ação para a Transição Digital prevê um investimento nas competências ...
Ler mais Ler menos

Ref. 294ACD66 Inscrições abertas até 21-05-2024 INSCREVER-ME

Registo de acreditação: ACD66-2023/2024

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 4.0 horas

Início: 22-05-2024

Fim: 22-05-2024

Regime: Presencial

Local: ES José Falcão

Formador

Nuno Miguel Ferreira Simões

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Despacho n.º 5741/2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação de formação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014. 

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação Associação de Escolas Minerva / ES José Falcão

Enquadramento

No âmbito da capacitação digital dos docentes é determinante para o desenvolvimento de modelos inovadores associados aos processos de ensino e de aprendizagem. A Resolução do Conselho de Ministros n.º 30/2020 que aprova o Plano de Ação para a Transição Digital prevê um investimento nas competências digitais (CD) dos docentes e dos formadores. Considera-se, assim, fundamental que os docentes desenvolvam a CD necessária para poderem exercer uma cidadania ativa e usar as tecnologias digitais em contexto profissional, pedagógico e didático, promovendo, posteriormente, o desenvolvimento da CD dos alunos. Dando continuidade às Oficinas de Capacitação Digital de Docentes pretende-se agora a partilha das práticas pedagógicas e inovadoras que vêm sendo desenvolvidas pelos docentes nos mais diversos contextos educativos

Objetivos

Esta ação de formação pretende desenvolver com os docentes um conjunto de conhecimentos e estratégias que lhes permita desenvolver as suas CD São objetivos específicos: - promover o desenvolvimento, aprofundamento e densificação das CD dos docentes, tendo em vista as 6 áreas do referencial DigCompEdu; - capacitar os docentes para a realização de atividades com tecnologias digitais em diferentes modalidades de ensino; - capacitar os docentes para a implementação de atividades que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento das CD dos alunos; - estimular a reflexão, partilha e utilização crítica das tecnologias em contexto educativo

Conteúdos

- "Menina dos olhos tristes" - Ensinar programação com criação de jogos - Plataformas de Inteligencia Artificial - Wombo Dream, Vidnoz - Magic Shool AI - Atividades da biblioteta escolar - Clube de Ciência Viva - Dinâmica da Sala de Exposições - Informática - Estado da Arte - Partilhas

Metodologias

As sessões presenciais são destinadas à partilha e exploração de ferramentas e estratégias pedagógicas com recurso ao digital para o desenvolvimento de atividades de aprendizagem promotoras da colaboração, comunicação e avaliação, promovendo reflexão sobre a articulação entre as áreas de competência; à realização de atividades práticas de partilha, suportadas por um ambiente colaborativo; à planificação e criação de atividades a implementar na escola, que promovam o desenvolvimento das CD docente e, simultaneamente, dos alunos; à reflexão crítica sobre o desenvolvimento profissional docente.

Avaliação

Frequência

Modelo

Inquérito de satisfação da ação de formação

Bibliografia

- Comissão Europeia (2020). Blended learning in school education – guidelines for the start of the academic year 2020/21. Disponível em: https://www.schooleducationgateway.eu/pt/pub/resources/ publications/blended-learning-guidelines.htm - Comissão Europeia (2018). Plano de Ação para a Educação Digital. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:52018DC0022&from=EN - Lucas, M., & Moreira, A. (2018). DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Aveiro: UA Editora.


Observações

Critérios de seleção: 1º Docentes das Escolas Associadas do CFAE Minerva, por ordem de inscrição

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 22-05-2024 (Quarta-feira) 14:30 - 18:30 4:00 Presencial

INSCREVER-ME
398

CÁLCULO MENTAL - Um Desafio para Aprender
Prioridade aos Docentes do AEMF

ACD

 

6.0 horas

 

Presencial

 

Professores do 1º Ciclo;

CFAE Minerva / AEMF

A atualização de práticas, o contínuo aperfeiçoamento profissional, a auto-reflexão do professor beneficiará as aprendizagens dos alunos. O ensino da Matemática requer a compreensão do que os alunos sabem e necessitam de aprender. Devem ser realizadas tarefas matemáticas significativas de forma a criar um ...
Ler mais Ler menos

Ref. 302ACD69-2023-2024 Inscrições abertas até 31-05-2024 INSCREVER-ME

Registo de acreditação: ACD69-2023/2024

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 6.0 horas

Início: 05-06-2024

Fim: 12-06-2024

Regime: Presencial

Local: CFAE Minerva / AEMF

Formador

Isabel da Conceição Costa Belo

Destinatários

Professores do 1º Ciclo;

Releva

Despacho n.º 5741/2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação de formação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014. 

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

CFAE Minerva / AEMF

Enquadramento

A atualização de práticas, o contínuo aperfeiçoamento profissional, a auto-reflexão do professor beneficiará as aprendizagens dos alunos. O ensino da Matemática requer a compreensão do que os alunos sabem e necessitam de aprender. Devem ser realizadas tarefas matemáticas significativas de forma a criar um ambiente de aprendizagem, onde os alunos sejam capazes de justificar, argumentar, construir argumentos e experimentar várias abordagens. Segundo Ponte e Serrazina (2000), “O ambiente de aprendizagem é caracterizado pelo maior ou menor envolvimento dos alunos no trabalho e pela rigidez ou informalidade nas relações entre eles e o professor. Relaciona-se com as tarefas propostas, o tipo de comunicação e negociação de significados, o modo de trabalho dos alunos e a cultura de sala de aula.” Para melhorar o ensino da Matemática, os professores deverão ser capazes de tomar decisões que influenciem positivamente os alunos em relação à disciplina. Devem para isso criar contextos de aprendizagem diversificados, adequados ao seu público-alvo, adaptando o ensino de modo a atingir os objetivos. A criação, na sala de aula, de um meio social e materialmente estimulante para as aprendizagens na área da Matemática é decisivo para promover o interesse, aprofundar conceitos, raciocinar logicamente, onde o erro deve ser encarado de uma forma positiva e não como objeto de críticas ou sanções. Os diferentes temas da Matemática deverão ser trabalhadas pelos professores, de forma a permitir a realização de tarefas significativas, integradas, diversificadas, ativas e socializadoras.

Objetivos

- Compreender e usar com fluência estratégias de cálculo mental diversificadas; - Calcular mentalmente, recorrendo a representações múltiplas; - Representar, de forma eficaz, as estratégias de cálculo mental usadas transitando entre as diferentes representações; - Aplicar estratégias de cálculo mental de modo formal e registar os raciocínios realizados; - Comparar e apreciar, em situações concretas, a eficácia de diferentes estratégias de cálculo mental; - Mobilizar estratégias de cálculo que envolva números inteiros e números decimais; - Reconhecer o potencial da utilização de tarefas dos vários domínios para o desenvolvimento de processos de raciocínio, utilização de representações matemáticas e estabelecimento de conexões.

Conteúdos

• Cálculo mental – Estratégias de cálculo mental (1.º, 2.º, 3.º e 4º anos); • Métodos para o cálculo mental e cálculo formal para os diferentes anos; • Tarefas de Investigação com a utilização de cálculo em diferentes domínios para os diferentes anos.

Metodologias

- A primeira sessão será com a exploração de estratégias e Tarefas para os 1.º e 2.º anos. - A segunda sessão será com a exploração de estratégias e Tarefas para os 3.º e 4.º anos.

Modelo

Inquérito de satisfação da Ação de Formação


Observações

Critérios de Seleção: 1.º - Docentes dos 1.º CEB do Agrupamneto de Escolas Martim de Freitas 2.º - Docentes do 1.º CEB das Escolas Associadas do CFAE Minerva.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 05-06-2024 (Quarta-feira) 17:00 - 20:00 3:00 Presencial
2 12-06-2024 (Quarta-feira) 17:00 - 20:00 3:00 Presencial

INSCREVER-ME
395

IV Seminário do CFAE Minerva: O papel da Escola na Era da Inteligência Artificial
Evento Gratuito/Inscrição Obrigatória

ACD

 

6.0 horas

 

Presencial

 

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Convento São Francisco

O CFAE Minerva efetuou o seu primeiro Seminário em 2019, tendo então comprometendo-se a realizar todos os anos um Seminário de Final de Ano Letivo, para assim realizar um balanço das suas atividades durante cada ano letivo, dando visibilidade às boas práticas internas, mas também recorrendo a intervenções ...
Ler mais Ler menos

Ref. 299ACD60-2023/2024 Inscrições abertas até 08-07-2024 INSCREVER-ME

Registo de acreditação: ACD60-2023/2024

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 6.0 horas

Início: 12-07-2024

Fim: 12-07-2024

Regime: Presencial

Local: Convento São Francisco

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Despacho n.º 5741/2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação de formação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014. 

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação Associação de Escolas Minerva

Enquadramento

O CFAE Minerva efetuou o seu primeiro Seminário em 2019, tendo então comprometendo-se a realizar todos os anos um Seminário de Final de Ano Letivo, para assim realizar um balanço das suas atividades durante cada ano letivo, dando visibilidade às boas práticas internas, mas também recorrendo a intervenções exteriores exemplificativas e inspiradoras no que concerne às mudanças nas Escolas. Devido à pandemia, estivemos dois anos letivos sem conseguir corresponder a esse nosso compromisso por considerarmos que esse nosso encontro só faz sentido ser realizado em modo presencial, pelo que, este ano, será realizado o IV Seminário, dedicado às novas tendências e mudanças a acontecerem na Educação e no Mundo. O Seminário terá como mote: “O papel das Escolas na Era da Inteligência Artificial”. O Mundo está em constante transformação, moldado por avanços tecnológicos que impactam todos os aspetos da vida, incluindo a educação. A Inteligência Artificial (IA) destaca-se como um dos elementos disruptivos e mais significativos da atualidade, com potencial para revolucionar o ensino-aprendizagem. Diante deste cenário, torna-se crucial que os profissionais da educação estejam preparados para navegar nesse novo paradigma e compreender o papel da escola na era da inteligência artificial, com foco na inclusão e no bem-estar. Será apresentado o trabalho desenvolvido no projeto “Mil pássaros em Coimbra” com as escolas do pré-escolar da área de do município de Coimbra. Novos desafios surgem, especialmente no que diz respeito à necessidade das literacias de informação, da comunicação e do digital. As literacias de informação terão que fazer parte das aprendizagens essenciais, de modo a permitir a todos acessar, avaliar, usar e criar informações de forma crítica e ética. Num mundo cada vez mais saturado de dados e informações, essas competências tornam-se essenciais para navegarmos no mundo digital de forma segura, responsável e eficaz. Também a internacionalização se assume como um desafio estratégico para o desenvolvimento qualitativo do nosso sistema educativo pelo que, o CFAE Minerva enquanto Coordenador do Consórcio ERASMUS+, considerou importante relatar as experiências realizadas neste ano letivo. Num mundo cada vez mais globalizado e interconectado, o programa Erasmus+ surge como uma ferramenta poderosa para promover a abertura de mentes de alunos e professores, através da vivência de experiências imersivas em diferentes países e culturas, oferecendo oportunidades únicas para o desenvolvimento de aptidões essenciais para o século XXI. Depois de vividas há que avaliá-las e partilhá-las.

Objetivos

- Analisar os impactos da IA no ensino-aprendizagem, tanto para alunos quanto para professores; - Explorar novas abordagens pedagógicas que integrem a IA de forma eficaz; - Refletir criticamente sobre o papel da escola no mundo artificial, considerando as diversidades e necessidades individuais e as responsabilidades sociais da educação; - Valorizar a diversidade e a inclusão; - Promover um ambiente acolhedor e recetivo, onde todos se sintam valorizados e respeitados. - Implementar programas de educação em literacias de informação desde a educação infantil, focando no uso crítico e ético da tecnologia e da IA. - Enriquecer o conhecimento sobre a Europa e suas línguas - Promover a internacionalização da escola. - Lidar com desafios culturais, linguísticos e logísticos para o desenvolvimento da resiliência, da flexibilidade e da capacidade de lidar com outras culturas, através do Programa ERASMUS+.

Conteúdos

- Analise dos impactos da IA no ensino aprendizagem. - Novas abordagens pedagógicas que integram a IA de forma mais eficaz. - A inclusão de todos num Mundo Digital e Global. - O bem-estar como fator de (auto)regulação do stress em sala de aula. - A Literacia da Informação como papel fundamental nas Escolas. - O Programa Erasmus+ como promotor de experiências imersivas de professores e alunos num mundo global e interconectado. - Programas de educação em literacias de informação desde a educação infantil, focando no uso crítico e ético da tecnologia e da IA. - As experiências do Programa ERASMUS+ - Coordenador do Consócio CFAE Minerva

Metodologias

Seminário: - Palestras - Partilhas - Exposições - Networking

Avaliação

Frequência

Modelo

Inquérito de Satisfação da Ação de Formação

Bibliografia

Documentos dos palestrantes


Observações

Critérios de Seleção: 1.º Docentes das Escolas Associadas do CFAE MINERVA 2. º Docentes de outras Escolas Não Associadas.


INSCREVER-ME